terça-feira, 6 de julho de 2010

COPA 2010 - SEMI - URUGUAI x HOLANDA

CLIQUE AQUI PARA O MOMENTO BOOMSTICK DO DIA:
num jogo até que equilibrado, a Holanda chegou a sua terceira final
de Copa, vencendo um Uruguai raçudo e guerreiro por 3x0.
No videozinho, os melhores momentos da partida, especialmente
o golaço marcado por van Bronckhorst (na foto).


E definiu-se o primeiro finalista da Copa do Mundo de 2010: a Holanda.

Com um jogo até que equilibrado, definido em alguns momentos individuais, a Holanda carimbou o passaporte para sua terceira final de Copa – já havia chegado à final em 1974 e 1978.

O primeiro tempo foi meio burocrático, com a Holanda esperando pela iniciativa do Uruguai, que atacava com cautela. Ambos os goleiros assistiam à partida como meros espectadores, até que, de repente, numa sucessão de passes aparentemente inofensivos no meio de campo, van Bronckhorst deu uma bicuda na bola e ela entrou no ângulo do bom goleiro Muslera, que nada pôde fazer. Foi um chute de muito longe, altamente preciso e candidato a título de golaço da Copa.

Como é habitual no time uruguaio, eles não deixaram o revés no placar tirar sua motivação, e começaram a atacar com mais ímpeto. A Holanda se limitava a esperar e isso prometia ser uma tática perigosa, ainda mais com o Forlan jogando o que tem jogado nesta Copa. E o castigo veio logo. No final da primeira etapa, Forlan chutou de fora da área e a curva da bola enganou o goleiro Stekelenburg, que ainda tocou na bola antes de vê-la entrar no fundo do gol, empatando a partida.

No segundo tempo, um animado Uruguai continuou o ataque à meta de Stekelenburg proporcionando mais perigo à Holanda e obrigando van Bronckhorst a salvar a seleção europeia de cabeça, praticamente na linha do gol.

Aí o jogo se definiu – ou pelo menos parecia ter se definido – quando a Holanda surpreendentemente marcou dois gols rápidos na sequência, com Sneijder e Robben. Curioso perceber que, nos 3 gols da Holanda, a bola caprichosamente bateu na trave antes de entrar, o que deixou o pobre goleiro Muslera sem chances de defesa.

Com o jogo definido, os últimos minutos de jogo prometiam ser de administração por parte da Orange, mas o Uruguai foi para cima de forma contundente e perigosa, até que , nos descontos, um chute de Pereira reduziu a diferença entre as equipes para um único gol . A impressão que se tinha era que o Uruguai iria conseguir mais uma vez ganhar uma sobrevida num jogo já perdido, como havia feito com Gana, dias antes. Mas milagres raramente acontecem duas vezes seguidas e, por mais que a pressão uruguaia tenha sido aguerrida no final, a bola não proporcionou nenhum perigo real a Stekelenburg. E, depois do que pareceram ser 45 minutos de acréscimos, o árbitro apitou fim de jogo.

Holanda na final, esperando o ganhador de Alemanha x Espanha (e Uruguai na disputa pelo 3º lugar, esperando pelo perdedor). O jogo de amanhã tem tudo pra ser um JOGAÇO.

Se não tiver um ataque cardíaco durante a partida, posto amanhã de noite. PRA CIMA DELES PODOLSKI!

2 comentários:

alebf disse...

anota ai...a justiça divina será feita :) finalmente!

Vladimir "Charles" Brown disse...

VAI PRA CIMA DELES ROBBEN!